"Quando eu era criança, eu tinha uma boneca ...." que mulher nunca começou a contar uma estória de infância com essa frase? As bonecas, geralmente, são as companheiras de toda menina, mas o tempo passa e quando nos damos conta, elas se foram. Você tem saudades das suas? Então te convido a passear pela história das bonecas que marcaram época no Brasil e no mundo. Puxe uma cadeira, pegue uma xícara e venha tomar um chá, acompanhada das bonecas que marcaram a minha, a sua, a nossa infância. Venha para o meu chá de bonecas! Seja muito bem vindo (a)! Beijinhos, Gigi.

domingo, 30 de novembro de 2014

Boneca Amiguinha Estrela 1960/61

Em 1959 a empresa americana, Ideal Toys introduz um novo conceito no mercado das bonecas: as bonecas de companhia. Bonecas com aparencia realista, com tamanho de uma criança de verdade e feita para que as crianças sentissem que tinham uma amiguinha real, alí, o tempo todo, para brincar. 

Boneca Patti Palypal Ideal Toys 1959/60

A empresa brasileira Estrela também gostou desse conceito, e sob licença da Ideal Toys, o trouxe para o Brasil lançando aqui a boneca Amiguinha. O nome não poderia ser mais certo, afinal era essa a finalidade da boneca, ser uma verdadeira amiguinha.

Boneca Amiguinha 1960/61

A Amiguinha foi um sucesso que perdurou por décadas, dos anos 60 aos anos 90, voltando recentemente na década de 2010. 
Na década de 60 a boneca era encontrada para venda tanto com vestidos fabulosos, como apenas com uma calcinha, uma versão mais popular, mais barata da mesma.

Foto do catálogo da boneca Amiguinha 1960/61, com as bonecas ricamente vestidas e a sua versão mais popular, sem as roupinhas.  

Ela tinha 90cm, cabelos enraizados, olhos de dormir e ainda andava quando a criança  a segurava pelas mãos e puxava. 
Ela foi a capa do cátalogo Estrela de 1960/61 e estrela de reportagens e artigos sobre brinquedos da época. 

Até hoje ela é uma boneca muito estimada e valiosa para colecionadores, especialmente as mais antigas. 

Close do rosto da boneca Amiguinha 1960. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário. Sua opinião é muito importante!